quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Pelas Frestas

Hoje a luz de Cazuza ilumina meus porões:

O seu amor é uma mentira que a minha vaidade quer...

Basta de palavras!

2 comentários:

Kátia Ruivo disse...

as vezes faz bem pro ego fingir que acreditamos, não é mesmo?
gostei
bjs

Geneviève disse...

Às vezes é o ego quem decide por nós...rs...
Beijos e obrigada pela visita!