segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Dói ler o Caio...

Tenho vivenciado novas experiências de leitura...

Andei lendo fragmentos dos escritos de Caio Fernando Abreu e sinto que há muito minha alma não era tocada tão profundamente.

Como dói ler o Caio... Como as palavras dele agem como uma morsa, pressionando o peito e tirando todo o ar que mora na gente... Mas ao mesmo tempo em que dói, o Caio promove uma catarse e libera tudo o que a gente fica guardando... Ler o Caio é despoluir-se!!!

Pesquisei nas bibliotecas daqui e achei apenas um livro dele... Preciso comprar imediatamente os livros do Caio e me permitir uma despoluição tão completa que, ao término dessa maratona, espero nascer de novo...

Um comentário:

Marianna disse...

Aaah... O Caio é meu preferido! Sinto como se ele conhecesse todos os meus sentimentos, até os mais profundos. É uma loucura! Foi o primeiro e único autor que eu me identifiquei com essa intensidade! Já tinha me identificado com alguns outros antes, mas com Caio foi surpreendente. Bjs